Exame Perfil Lipídico

(Exame Perfil Lipídico)

Esse exame deve ser realizado para avaliar se os níveis de lipídios (gorduras) no sangue estão elevados (dislipidemia).
Esse exame deve ser realizado para avaliar se os níveis de lipídios (gorduras) no sangue estão elevados (dislipidemia).
A dislipidemia constitui um dos fatores para a ocorrência de doenças cardiovasculares (infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral e aterosclerose), que possuem como alvo o coração e vasos sanguíneos. Essas doenças são a principal causa de morte em todo o mundo.
O que ele avalia? O exame do perfil lipídico inclui uma série de análises que avaliam o nível de colesterol (suas frações) e triglicerídeos.
Preparação pré-exame
* O exame pode ser realizado com ou sem jejum, conforme orientação médica. No entanto, você deve informar sua condição durante a realização do cadastro.
* Se você estiver em jejum, o recomendado é que não passe de 12 horas, pois pode gerar um falso resultado.
* Recomendamos alimentação habitual antes da realização do exame, sem exageros ou alguma forma de dieta, para que a dosagem seja a mais próxima possível da realidade.
* É recomendado não consumir bebida alcoólica, pelo menos 24 horas antes da realização do exame. Se não for possível, informar durante o cadastro.
* Para realizar o exame é necessário levar um documento oficial com foto (carteira de trabalho, identidade, registro no Conselho Regional da categoria profissional, carteira de motorista ou passaporte).
Como é feito: o exame do Perfil Lipídico é feito de maneira rápida e praticamente indolor. Somente uma gota de sangue, retirada de um furo no dedo, já é suficiente para realizá-lo.
Duração do teste: em média 15 minutos.
Resultado: o laudo pode ser acessado pelo portal ou aplicativo do Hilab.
Colesterol Total A avaliação do colesterol total é recomendada para mensurar o risco cardiovascular em programas de rastreamento populacional, juntamente com outras análises como os níveis de HDL e LDL.
HDL (“colesterol bom”) Atua “removendo” o colesterol, por isso é denominado “colesterol bom”. Impedem a aterosclerose*. Portanto, a presença de baixos níveis de HDL é considerada um fator de risco para o desenvolvimento dessa doença.
LDL (“colesterol ruim”) Atua “adicionando” o colesterol, por isso é chamado de “colesterol ruim”. Transportam o colesterol ao longo do organismo para ser armazenado.
Triglicerídeos (TG) Representam a maior parte das gorduras ingeridas. Níveis elevados de triglicerídeos estão geralmente associados a baixos níveis de HDL e a altos níveis de partículas LDL pequenas e densas.
Não HDL É utilizado para estimar a quantidade de lipoproteínas aterogênicas (que causam aterosclerose).
VLDL É constituído principalmente por triglicerídeos. Sua principal função é transportar o colesterol e triglicerídeos para os outros tecidos a partir do fígado.

*A aterosclerose é uma inflamação causada pelo depósito de gorduras nas artérias, que acaba impedindo o fluxo sanguíneo. É uma doença de progressão lenta que se inicia desde a infância e que pode levar ao infarto do miocárdio e ao acidente vascular cerebral (AVC).